top of page

Manter a saúde e o bem-estar dos animais é uma das grandes missões do Zoo Bauru. Para isso, toda a equipe profissional é envolvida: biólogos, médicos veterinários, zootecnistas e tratadores. E a melhor forma de cuidar dos animais é pela prevenção. Os animais selvagens têm uma particularidade: para não serem alvos fáceis dos predadores, eles demonstram sinais de doenças apenas em estágio muito avançado.


Por isso, os animais do Zoo passam rotineiramente por exames. Na maioria das vezes, o paciente precisa ser anestesiado ou sedado para que os veterinários consigam fazer o exame clínico, a coleta de sangue, exames de imagem e vermifugação, entre outros procedimentos de cada espécie. Sendo constatada alguma anormalidade, inicia-se o tratamento.


Durante os exames preventivos também é feito o tratamento dentário, como a limpeza dos dentes com remoção de tártaro, aplicação de flúor, obturações e até tratamento de canal. Animais idosos e filhotes demandam maiores cuidados e são acompanhados de perto. Aquecimento, pesagens constantes, controle do desenvolvimento e alimentação adequada (muitas vezes oferecida em intervalos bem curtos) fazem parte da rotina dos filhotes.


Alguns possuem problemas de saúde crônicos, como nosso camelo idoso, que recebe medicamentos diariamente para controle da dor e proteção das articulações. Recentemente, ele até recebeu tratamentos integrativos, como implantes de ouro e de células-tronco em pontos específicos para alívio das dores a longo prazo.


E quando há necessidade de alguma cirurgia mais complexa, contamos com a parceria de clínicas veterinárias especializadas. Nos casos em que os animais precisam de medicação diária, o setor de nutrição se encarrega de “esconder” o remédio nos alimentos, garantindo que ele seja ingerido sem ser percebido pelo animal. Em outras situações, as medicações podem ser escondidas na recompensa de algum treinamento.

1 visualização0 comentário
bottom of page